Porto Alegre - Aberta card único
AL 115 ANGELO GUIDO - “Mercado de Porto Alegre” - 1935 - óleo sobre cartão. Foto F
AL 1261 OTTO DINGER - “As lavadeiras na Praia do Riacho” - 1899 - óleo sobre tela. Foto F.
AL 236 JOÃO FARIA VIANA - “A praia do Riacho” - 1967 - nanquim sobre papel. Foto F
AL 023 TORQUATO BASSI - “Porto Alegre vista do Cristal” - 1919 - óleo sobre tela. Foto F

 

PORTO ALEGRE ABERTA
representações da urbe na Pinacoteca

 

visitação até 22 abr 2022, seg a sex, das 9h às 12h e das 13h30 às 17h
Pinacoteca Aldo Locatelli, Praça Montevidéu, 10 - Centro Histórico

 

para visitar a exposição
1ª) por agendamento via e-mail acervo@portoalegre.rs.gov.br ou pelo telefone (51)
3289-3643 é possível solicitar visitas guiadas para grupos de até 20 pessoas;
2ª) sem agendamento a visitação pode ocorrer dentro dos horários estabelecidos acima,
todavia em caso de atendimento concomitante a grupos agendados talvez não seja
possível garantir o acompanhamento por mediadores.

 

A visitação é gratuita.

texto curatorial

 

 

As obras desta exposição abrangem em especial a primeira metade do século XX.
A cidade conectava-se com o Guaíba. Não havia o muro que romperia a harmonia visual, hoje remanescente na saudade de quem viveu até 1970 e no imaginário coletivo, alimentado por memórias que já vão antigas.
A cidade, então deixando para trás sua arquitetura colonial, andava a caminho do processo de verticalização que se iniciaria na década de 1940, com a abertura de avenidas, a instalação de trilhos e a construção de edifícios mais altos, ditos arranha-céus.
Em meio a este tempo, numa obra de engenharia monumental, abriu-se a grande avenida Borges de Medeiros, unindo a região do Mercado Público ao ponto aproximado onde se encontra o Cinema Capitólio, facilitando o trânsito para o sul.
Horizontes amplos, se avistavam com destaque o Mercado Público e o porto da cidade com sua Doca das Frutas, com barcos e veleiros de regatas em seu entorno, ornando o poema visual da cidade que vivia intensamente o rio. Havia meia dezena de clubes náuticos, em geral dedicados à prática do remo. Essas imagens são ricamente representadas nesta mostra.
Andando-se para fora dos limites da cidade, como para Guaíba, vislumbrava-se a Porto Alegre de longe, exibindo alguns sítios inconfundíveis como o Asilo Padre Cacique, a Catedral e o antigo Palácio do Governo, que eram prédios então monumentais e salientes na paisagem urbana.
A Ponte de Pedra ainda hoje existente, exaustivamente explorada pelos denominados “Pintores da Ponte”, entre os quais Libindo Ferrás e Angelo Guido, era ponto obrigatório aos artistas em sessões de pintura a céu aberto, uma característica daquele tempo.
As pinturas, em geral, eram óleos sobre tela, muitas vezes de pequenas dimensões, que permitiam tomadas dinâmicas e completas em uma única sessão de pintura. Desenhos preparatórios por vezes configuravam-se em obras concluídas, como as que aqui estão apresentadas sob a assinatura do artista catalão Maristany de Trias.
Esta exposição, com obras da Pinacoteca Aldo Locatelli do Paço Municipal, é uma homenagem à “Mui Leal e Valerosa Cidade de Porto Alegre”, seu povo e seus destacados artistas.

 

Paulo Amaral
Curador da exposição
Coordenador de Artes Visuais
SMC-Prefeitura de Porto Alegre

artistas participantes da exposição

 

 

AFFONSO SILVA (Porto Alegre, 1866-1945)
ANGELO GUIDO ( Itália , 1893 - Pelotas , 1969 )
BENITO CASTAÑEDA (Espanha, 1885 - Porto Alegre, 1955)
EDGAR KOETZ (Porto Alegre, 1914-1969)
FRANCIS PELICHEK (Praga, 1896 - Porto Alegre, 1937)
FRANCISCO FILSINGER ( Alemanha , 1898 - Porto Alegre, 1977)
J. MADALONI BERTONI (Itália, 1889 - Rio de Janeiro, 1980)
JAIR DIAS (Porto Alegre, 1948)
JOAQUIM DA FONSECA (Alegrete, 1935)
JOÃO FARIA VIANA ( Porto Alegre , 1905 - 1975 )
JOSÉ DE FRANCESCO (Rio Grande, 1895 - Porto Alegre, 1967)
LIBINDO FERRÁS ( Porto Alegre , 1877 - Rio de Janeiro , 1951 )
LUÍS MARISTANY DE TRIAS ( Barcelona , 1885 - Porto Alegre 1964 )
MARISTELA SALVATORI (Porto Alegre, 1960)
OTTO DINGER (Alemanha, 1860 - 1928)
TORQUATO BASSI (Itália, 1880 - São Paulo, 1967)
VICENTE CERVASIO (Itália)

 EXPOSIÇÕES ANTERIORES 

o despertar das formas >

de iberê a maqui >

notas de subsolo >

xxv Salão de Desenho para Imprensa >

 

Pinacoteca Aldo Locatelli

Paço dos Açorianos

Praça Montevidéu, 10

Centro Histórico - Porto Alegre

fone: [55] (51) 3289-3735 

Segunda à sexta-feira

9h às 12h • 13h30 às 17h

 

AÇÕES EDUCATIVAS

AGENDAMENTOS

Visitas guiadas às exposições da Pinacoteca Aldo Locatelli podem ser agendadas:

acervo@portoalegre.rs.gov.br

[55] (51) 3289-3735

VISITA GUIADA

Visita de uma turma do Projovem Adolescente / FASC em 21 de março de 2018.

 

Veja o vídeo >

 
 

HISTÓRIA DA

COLEÇÃO

Conheça a história da Pinacoteca Aldo Locatelli.

HISTÓRIA DO PAÇO

Conheça a história do Paço

 
 

A Associação das Pinacotecas de Porto Alegre – AAPIPA-  foi fundada em 2016 por um pequeno número de cidadãos  dispostos a uma tomada de ação efetiva em prol do desenvolvimento e difusão do circuito das artes na cidade de Porto Alegre. Seu engajamento se materializa no apoio as ações  e projetos das Pinacotecas Ruben Berta e Aldo Locatelli da Secretaria da Cultura da capital gaúcha e da Pinacoteca Fundacred em vias de passar á administração municipal por comodato. A AAPIPA estimula por meio do trabalho de seus associados o exercício do voluntariado, e na medida que propõe e co-executa projetos e eventos de interesse das pinacotecas e da população cultiva o desenvolvimento do empreendedorismo cultural.

 

COMO

PARTICIPAR

DIRETORIA

PRESIDENTE

Heitor Luis Beninca Bergamini

VICE-PRESIDENTE

Sandra Marisa Esteve Echeverria