EM cartaz
artistas mulheres: tensões e reminiscências

     “Artistas Mulheres: tensões e reminiscências” é uma proposta curatorial objetiva: exibir todas as artistas mulheres da Pinacoteca Ruben Berta em uma única exposição, uma vez que são apenas vinte e duas artistas com 25 obras.

     Doada à Prefeitura de Porto Alegre na década de 1970, a Pinacoteca Ruben Berta se caracteriza como um acervo fechado, ou seja, é constituída apenas pelas obras doadas no momento de sua criação e não realiza mais aquisições. A concepção desse acervo é parte da Campanha Nacional dos Museus Regionais idealizada pelo jornalista e colecionador de arte Assis Chateaubriand com o auxílio de Pietro Maria Bardi, que objetivava descentralizar o foco cultural do eixo Rio-São Paulo, possibilitando a criação de um repertório de arte visual brasileira. 

     Por outro lado, a seleção de obras acabou impondo um modelo de arte modernista que em muitas vezes se apropria de narrativas étnicas e de gênero sem permitir a determinados grupos o protagonismo de suas próprias histórias. Nesse sentido, através do projeto de pesquisa “Mulheres nos Acervos”, constatamos que enquanto outros acervos públicos de arte foram modificando o perfil das suas coleções através de novas aquisições, a Pinacoteca Ruben Berta chega aos dias de hoje como um retrato do período em que foi constituída, exibindo a menor representatividade de gênero dentre os acervos investigados. 

     A tônica que complexifica o projeto aqui apresentado é o convite feito a três artistas contemporâneas para que, a partir de um olhar para o acervo, proponham obras de sua autoria que tensionem as questões de identidade e representatividade. Logo, Mitti Mendonça, Pâmela Zorn e Virgínia Di Lauro, tornam-se interlocutoras das artistas aqui expostas e, cientes das questões tão caras ao nosso tempo, apresentam ativações plurais, considerando as inúmeras especificidades de discursos, de poéticas e da materialidade das obras. Desta forma, o acervo é colocado em diálogo com outras vozes, tornando possível o surgimento de novas relações, narrativas e experiências.


 

Cristina Barros

Marina Roncatto

Mel Ferrari

Nina Sanmartin

EXPOSIÇÕES ANTERIORES

 

Pinacoteca Ruben Berta

Rua Duque de Caxias 973

Centro Histórico - Porto Alegre 
fone: [55] 
(51) 3289-8292

Segunda à sexta-feira

das 10h às 12h

e 13h às 18h

(último acesso às 17h30)

  • Blogger - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

AÇÕES EDUCATIVAS

A VENTURA DO MODERNO

Visitas guiadas à exposição em cartaz na Pinacoteca podem ser agendadas.

CONTATO:
educativo.pinacotecaspoa@gmail.com

[55] (51) 3289-8291

 

A Pinacoteca Ruben Berta guarda, conserva, restaura, divulga e promove o acervo doado em 1971 pelos Diários Associados ao Município de Porto Alegre, desenvolvendo também atividades de fomento à produção artística local, à pesquisa, ao ensino e à formação de público em artes visuais.

COLEÇÃO

 
 

HISTÓRIA DA

COLEÇÃO

Conheça a história da Pinacoteca Ruben Berta.

HISTÓRIA DA

CASA

Uma biografia para a Casa da Duque.

 

PUBLICAÇÕES

Utilize o Adobe Reader para uma melhor experiência.

 

A Associação das Pinacotecas de Porto Alegre – AAPIPA-  foi fundada em 2016 por um pequeno número de cidadãos  dispostos a uma tomada de ação efetiva em prol do desenvolvimento e difusão do circuito das artes na cidade de Porto Alegre. Seu engajamento se materializa no apoio as ações  e projetos das Pinacotecas Ruben Berta e Aldo Locatelli da Secretaria da Cultura da capital gaúcha e da Pinacoteca Fundacred em vias de passar á administração municipal por comodato. A AAPIPA estimula por meio do trabalho de seus associados o exercício do voluntariado, e na medida que propõe e co-executa projetos e eventos de interesse das pinacotecas e da população cultiva o desenvolvimento do empreendedorismo cultural.

 

COMO

PARTICIPAR

DIRETORIA

PRESIDENTE

Heitor Luis Beninca Bergamini

VICE-PRESIDENTE

Sandra Marisa Esteve Echeverria 

 

© 2018. Criado por didijuca.com para PINACOTECAS DE PORTO ALEGRE.