EDUCATIVO

“Ex-passado - Plano de Expansão” | Rochelle Costi

A exposição “Ex-passado – Plano de Expansão” conta com um repertório de fragmentos datados da época pré-colonial até o século XIX, encontrados em escavações arqueológicas na Praça Rui Barbosa - atual Centro Comercial Pop Center, na Praça da Alfândega, Praça Brigadeiro Sampaio, Mercado Público Central e Paço dos Açorianos. Os objetos, uma vez considerados “lixo” de Porto Alegre, hoje, simbolizam a paridade de um tempo. 

A mostra física estaria acontecendo no Paço dos Açorianos, sede da Prefeitura e da Pinacoteca Aldo Locatelli. Em função do isolamento social esta proposta foi momentaneamente suspensa e transfigurada para um projeto de difusão via web. Apesar desta circunstância virtual, miramos as peças como testemunhas da história urbana — “o olhar da artista opera distanciado sobre uma memória coletiva de toda uma cidade” como menciona o curador Franck James Marlot. 

Visitamos uma compilação de objetos narrados por um perfil do passado. Cada fragmento se torna sentinela da antiga localidade. Contudo, como pensar nos dejetos do tempo que habitamos? Quais seriam os nossos fragmentos? Como queremos nos comunicar com o futuro? Pensando nas questões levantadas, convidamos a todos a redimensionar os fragmentos do cotidiano.

Que tal fazermos uma colagem?

O termo “colagem” origina-se do francês collage sendo utilizado em inúmeros idiomas para designar uma técnica artística.  A obra é feita colando-se sobre um determinado suporte materiais variados, tais como pedaços de papel, recortes de revistas, folhas de árvores etc. 

Partindo desta ideia, reúna fragmentos dissociados e construa uma proposta visual. Não esqueça algo importante: criar um título para a obra resultante. E compartilhe conosco no perfil do Instagram @artesplasticaspoa.

© 2018. Criado por didijuca.com para PINACOTECAS DE PORTO ALEGRE.